[Resenha] Amante Sombrio – J. R. Ward

Resenha Amante Sombrio, de J. R. Ward - ilustração“O Amante Sombrio” é o primeiro livro da série de romance paranormal intitulada “A Irmandade da Adaga Negra”, de Jessica Rowley Pell Bird, conhecida, nesta categoria, por J. R. Ward.

Sendo o primeiro livro da série de onze livros, o Amante Sombrio fora originalmente publicado em 2005, e trazido para o Brasil em 2009, pela editora Universo dos Livros. Por enquanto, sete dos onze livros já foram publicados pela editora.

Para esta resenha, utilizamos a primeira edição, que possui 448 páginas traduzidas por Jacqueline Valpassos e divididas em cinquenta e cinco capítulos.

Esta resenha será dividida em Resumo da Série, Resumo da Obra, Resenha e Crítica.

Resumo da Série

Antes de fazer a resenha dos livros irei dar uma breve explicação sobre a série. É uma história sobre vampiros completamente diferente. Quebra todas as teorias vampirescas.

Os vampiros são considerados uma raça alheia aos humanos, criada pela virgem escriba, uma entidade imortal e espiritual, e podem se relacionar com humanos, até ter filhos (híbridos), mas um humano não poderá se transformar em vampiro.

A transição só ocorre aos 25 anos e é muito perigosa. Porém, os mestiços poderão nunca se transformar. Outra diferença para o tão conhecido universo vampiresco é que os vampiros não são imortais, eles vivem cerca de mil anos e não, uma estaca não tem o poder de matá-los, podem beber sangue humano, só que não os sustenta, para isso, é necessário beber o sangue de alguém da mesma raça e sexo oposto. Quando um macho se vincula é capaz de morrer e matar por sua fêmea; sua felicidade o satisfaz.

A raça possui um grupo de guerreiros denominados “A Irmandade da Adaga Negra”. Um grupo mais forte e do sangue puro, cuja obrigação é defendê-los dos redutores, humanos transformados em mortos-vivos por Ômega – o maior inimigo da Deusa -, que busca exterminar os vampiros.

A série se foca na vida dos irmãos e cada livro conta a história de um dos guerreiros tendo como foco principal suas dores e amores e ao mesmo tempo narra a luta pela sobrevivência da espécie.

Bom, é uma saga interessante, cheia de intrigas e características peculiares. Outras particularidades você vai saber no meio da leitura.

Resumo da Obra

Nas sombras da noite, em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra, entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Ainda assim, nenhum deles deseja a aniquilação de seus inimigos mais que Wrath, o líder da Irmandade da Adaga Negra. Wrath é o vampiro de raça mais pura dentre os que povoam a terra e possui uma dívida pendente com os assassinos de seus pais. Ao perder um de seus mais fiéis guerreiros, que deixou orfã uma jovem mestiça, ignorante de sua herança e destino, não lhe resta outra saída senão levar a bela garota para o mundo dos não mortos. Traída pela debilidade de seu corpo, Beth Randall se vê impotente em tentar resistir aos avanços desse desconhecido, incrivelmente atraente, que a visita todas as noites envolto em sombras. As histórias dele sobre a Irmandade a aterrorizam e fascinam. Seu simples toque faísca, um fogo que pode acabar consumindo a ambos.

Resenha

A irmandade conta com sete guerreiros Rhage, Vishous, Zsadist, Phury, Torment, Darius e Wrath – o líder da irmandade e herdeiro do trono.

O protagonista desta história é Wrath, ele é o ultimo herdeiro do trono, mas não tem nenhum interesse em assumir o seu lugar, acredita que não serve para ser Rei, é um guerreiro e acredita que o seu lugar é lutando com a irmandade. É conhecido pelos civis como o Rei cego, apesar de ser o guerreiro mais forte e temido tem uma deficiência visual e não enxerga claramente, mas isso não o atrapalha nem faz com que se intimide.

“Wrath: quase dois metros de puro terror trajado em couro. Seu cabelo era liso, longo e negro, partindo do bico de viúva no alto da testa. Pesados óculos escuros escondiam-lhe os olhos jamais vistos por alguém. Os ombros tinham o dobro do tamanho dos da maioria dos homens. No rosto, a um só tempo aristocrático e brutal, transparecia o rei que era por nascimento e o guerreiro no qual o destino o transformara. E a onda de perigo que o precedia era o seu melhor cartão de visitas.”

Darius faz um pedido para Wrath que é negado, mas quando morre assassinado, Wrath se vê obrigado a realizá-lo. Darius tem uma filha mestiça que está próximo da transição, suas chances são mínimas e só o sangue de Wrath, que é puro, pode ser sua esperança. Ele vai atrás de Beth para ajudá-la, mas ao vê-la atrai-se totalmente por ela. Quando percebe que é correspondido investe na sua sedução sem se dar conta de que está se envolvendo e que a vinculação será inevitável.

“Beth Randall era simplesmente linda. Tinha os cabelos longos, negros e fartos, uns olhos azuis de intenso brilho, a pele cremosa e uma boca talhada para ser beijada. O corpo era escultural, pernas longas, cintura fina e seios perfeitamente proporcionados.”

“Aquela fêmea era perigosa para ele. Se o afetava daquela forma sem ao menos estar por perto, podia perfeitamente ser sua perdição.”

Beth é uma jornalista que gosta muito de intrigas e investigações, mora em um simples apartamento com seu gato e tem uma vida comum embora anseie por aventura. Sem imaginar que vampiros existam muito menos que é filha de um, depara-se com um estranho na sua janela, o mesmo com quem parece ter sonhado na noite anterior. Sem saber o porquê deixa-o entrar.

“O homem que tinha visto em seu sonho estava do outro lado da porta de tela (…). Usava uma jaqueta de motoqueiro, a despeito do calor, e suas longas pernas estavam cobertas por couro. Calçava pesadas botas com ponteira de aço e se movia como um predador (…). Caramba, ele era lindo.”

Vai ser difícil para ela digerir toda a situação, porem o seu tempo está acabando e não pode fazer nada, a não ser confiar e acreditar em Wrath.

“Beth pressionou as têmporas com os dedos quando uma onda de náusea levou bílis à sua garganta. (…) Wrath, tenho que ir para junto de Wrath.”

Paralelo a esse romance, acontece a luta dos vampiros com os redutores por sua sobrevivência. Os redutores contam com um novo líder, Sr X, que está disposto a tudo para exterminar todos os vampiros e está começando pelos guerreiros.

“Na noite anterior, a Sociedade Redutora marcara um ponto na guerra e havia sido ele o autor de semelhança façanha. Darius fora um vampiro incrivelmente poderoso, membro da Irmandade da Adaga Negra. Um troféu e tanto.”

Crítica

Uma série interessante que traz uma visão nova sobre os vampiros. Os apaixonados por clássicos, como Drácula, podem estranhar um pouco essa mudança. Gostei da série. A escritora cria um mundo novo e completamente diferente do que estamos acostumados.

Teoricamente, a base de cada livro é se focar na vida de um guerreiro, mas ao mesmo tempo a autora consegue manter viva a ação e a trama da luta entre vampiros e redutores. O primeiro livro é mais direcionado ao protagonista, porém, conforme a série vai se seguindo, a autora mudou um pouco de idéia e da mais ênfase ao conflito entre raças, ação, propriamente dita. Achei que com a alteração ficou mais interessante.

A única coisa que não gostei do livro, o que é uma característica marcante em toda a série, foram a vulgaridade e os exageros das cenas de sexo. Acho que a autora poderia ter explorado melhor essa área da série, com sensualidade sim, mas no meu ponto de vista, de uma forma melhor. Mas, há quem goste.

Capa do livro Amante Sombrio

Amante Sombrio

Título: Amante Sombrio
Autora: J. R. Ward
Ano: 2009
Páginas: 448
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 978-85-7930-082-0
Comprar

About Simone Campos

Educadora, viciada em livros, filmes e séries. Uma boa amiga e uma escritora informal.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/folhe034/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273