[Resenha] Um Dia – David Nicholls

Resenha de Um Dia, de David Nicholls

“Um Dia” é o terceiro romande de David Nicholls. Aclamado pela crítica e fenômeno editorial no Reino Unido, sua história foi parar nas telas de Hollywood, trazendo Anne Hathaway no papel de Emma Morley.

Publicado em 2009, só chegou ao Brasil em maio de 2011, em sua primeira edição, livro que utilizamos para fazer esta resenha. Com tradução de Claudio Carina, o livro apresenta 416 páginas divididas em cinco partes, contendo um total de vinte e um capítulos.

Esta resenha será dividida entre Resumo da Obra, Crítica e Recomendação.

Resumo da Obra

Um Dia conta a história de Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Dois universitários recém-formados que passam juntos a noite da véspera de formatura, sabendo que o próximo dia será o fim daquele gostoso momento que tiveram.

Dexter é um rapaz rico que adora festas, viagens e acredita que a vida não passa de uma grande experiência. Emma, por outro lado, possui os pés no chão e sabe muito bem o quer fazer da vida. Pertencentes a mundos completamente diferentes, bastou um dia, a véspera de formatura, para não conseguirem para de pensar um no outro.

Os anos se passam e Emma e Dexter levam vidas isoladas – vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.

Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Crítica

O tema central da história – dois jovens recém-formados que se apaixonam -, não é algo novo, porém, a forma como David Nicholls apresenta essa história é peculiar. Ao invés de escrever os eventos de forma contínua, Nicholls resolve, em cada capítulo, narrar os acontecimentos de um dia específico, o dia 15 de julho. Uma forma diferente e bem elaborada. No entanto, é inevitável que a história seja retomada em cada novo capítulo, fazendo com que a leitura seja um pouco “travada” – motivo pelo qual demorei seis meses para concluir a leitura.

Como todo e qualquer romance, a expectativa nos reencontros e no final feliz é o que nos move por entre os vinte e cinco capítulos, torcendo e esperando que Dexter e Emma – Emma e Dexter fiquem, finalmente, juntos. Porém, até a chegada do grand finale, somos obrigados a ver os erros, acertos e as escolhas dos personagens, desencadeando uma expectativa ainda maior.

Com diálogos bem realistas, Um Dia é uma boa narrativa de como poderia ser a vida de qualquer jovem recém-formado, podendo ser encarada como um tapa daqueles que tiveram uma grande paixão que mais tarde se torna em amizade. Talvez tenha sido nesse ponto que a história não me prendeu.

Os personagens são bem construídos. Os diálogos fornecem as informações necessárias para compor a narrativa de forma clara e inteligente. Porém, como disse Adele Parks, uma história “para aqueles que sempre desejaram ter alguém que nunca tiveram”. Ou seja, um livro do “e se”, caso você já tenha sofrido por amor.

Enfim, o livro traz uma expectativa tão grande para aqueles que já sofreram por uma paixão e que mais tarde tenha se tornado em amizade, que chega a causar um desconforto. Mas a verdade deve ser dita, a história de amor – independente da opinião deste resenhista -, é bem construída e insuportavelmente real.

Recomendação

Um Dia não é um livro para qualquer pessoa. Sua triste história de amor pode ser perturbadora e, por certas vezes, muito divertida, visto se tratar de um romance realista. Por isso, recomendo a leitura àqueles que estão dispostos a encarar seus desejos românticos mais profundos, sem medo do que poderão encontrar pela frente.

Porém, se você for um adolescente (adulto ou não) e acabou de sair de um relacionamento, fuja dessa leitura, pois a expectativa do livro pode se tornar o norte em sua vida amorosa.

Capa do livro Um Dia, de David Nicholls

Um Dia

Título: Um Dia
Autor: David Nicholls
Ano: 2011
Páginas: 416
Editora: Intrínseca
ISBN: 978-85-8057-045-8
Comprar

 


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/folhe034/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273