[Dicas] 8 Dicas para celebrar o Dia Internacional do Livro

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor chegou! Mas você sabe como foi escolhido o dia 23 de abril?

O Dia Mundial do Livro é um evento comemorado todos os anos no dia 23 de abril. Essa data, felizmente, não foi instituída a esmo.

A data começou a ser celebrada, inicialmente, no dia 7 de outubro de 1926, em comemoração ao nascimento de Miguel de Cervantes, no entanto, mais tarde, em 1932, o dia 23 de abril, dia da morte de Cervantes, foi instituído para celebrar a Festa do Livro Espanhol.

Devido ao grande destaque dessa festa, mais tarde, no ano de 1995, na XXVIII Conferência Geral da UNESCO, o dia 23 de abril foi escolhido para representar o dia Mundial (ou internacional) do Livro e do Direito de Autor, como homenagem à data de nascimento e/ou morte de grandes universais, tais como: Miguel de Cervantes, Maurice Druon, William Shakespeare (não comprovado), Garcilaso de la Vega, Gregório da Fonseca, entre outros.

Assim, desde 1995, o dia 23 de abril é o Dia Mundial (Internacional) do Livro e do Direito de Autor.

Agora, chega de aula de história e vamos ver algumas dicas para celebrar o Dia Internacional do Livro:

 

8 Dicas Para Celebrar o Dia Internacional do Livro

 

1. Download de Livros Grátis

Poucos sabem, mas a Legislação Brasileira, através da Lei nº 9.610, de 1998 (Lei dos Direitos Autorais), institui um período de 70 anos, contado de 1º de janeiro do ano imediatamente posterior ao da primeira publicação, para a proteção dos Direitos Patrimoniais do Autor e de sua Duração. Ou seja, se o autor é falecido e não deixou sucessores, a obra se torna pública, logo, livre para qualquer tipo de reprodução.

Visando esse prazo e outras normas legais, alguns sites fornecem livros gratuitamente, onde você pode ir, baixar e utilizá-lo, sem alteração de seu conteúdo, para todos os fins, desde que você sempre mantenha a informação de que a obra pertence (foi escrita) pelo seu autor.

Veja alguns sites que fornecem o download de livros gratuitos:

 

 2. Demonstre sua Paixão

Outra forma de celebrar o Dia Internacional do Livro é oferecer um livro de um autor a um amigo. Porém, não deve ser qualquer livro. Você tem que escolher um autor que você admira e dar o livro de presente para algum amigo.

Por exemplo, eu sou apaixonado por Eça de Queirós e José Saramago (ainda estou devendo resenhas dos livros do Saramago), porém, como José Saramago não entrará tão cedo no domínio público, ofereço a vocês o livro O Primo Basílio, em PDFentenda o que é um livro digital.

 

3. Descubra novos Livros

Aproveite a semana do dia 23 para conhecer novos autores e novas categorias de livros. Ficar nas mesmice não traz bons frutos. Variar o tipo de literatura agrega mais informação, conteúdo e proporciona novos contatos.

Ler romances é bom, mas ler ficção, suspense, terror e outros, faz com que nosso cérebro trabalhe com outras sensações, criando novas imagens e cenários, garantido, assim, uma melhor percepção do mundo a nossa volta.

 

4. Perder um Livro

Eu acho essa dica uma das melhores, mas ainda não tive coragem de praticá-la. E quando fizer, gravarei um vídeo e deixarei aqui no Folhetim, para vocês.

A ideia é bem simples, porém assustadora. O objetivo é que você pegue um de seus livros, de preferência algum que você já leu e gostou, e deixe ele em algum lugar pela cidad

e, pode ser um banco de praça, um acento de ônibus ou metrô, com uma simples anotação: Feliz dia do Livro.

Tudo bem que essa dica seria ideal para hoje, mas essa quarta dica pode ser praticada durante o ano inteiro, pois permite que outras pessoas leiam algum livro interessante sem ter nenhum custo, isso sem contar que deverá ser bem divertido encontrar um livro “solto” em algum banco. É como se você entregasse o presente para um estranho.

 

5. Limpe a Estante

Quem gosta de ler sabe que essa prática, às vezes, é necessária. Comprando três, quatro ou mais livros por mês, você acaba entupindo a estante, não permitindo o espaço para as novas aquisições, o que não é tão legal. Outras vezes, você já comprou o livro e acaba ganhando-o novamente, para ocupando um espaço precioso em sua estante.

Portanto, para evitar essas duas situações, se você já leu o livro, achou que não foi uma boa escolha, ou possui duas cópias do mesmo livro, separe-os e procure algum lugar para efetuar a doação. Essa doação pode ser através da dica número quatro ou para alguma escola, biblioteca ou algum lugar estado onde a biblioteca tenha sofrido algum desastre natural.

Fazendo isso, você acaba limpando a estante e distribuindo literatura.

 

6. Diga não à Pirataria

Por ser também o Dia Mundial do Direito de Autor, busque não prejudicá-lo com a pirataria. Sei que em muitas situações, certos livros custam caro, porém, o autor, muitas vezes, não tem culpa do preço de capa. Digamos que o valor recebido pelo Autor é de cinco por cento, logo, se o livro custa R$ 35,00 reais, o autor receberá, neste caso, somente R$ 1,75 por livro vendido. Assim, se o autor tiver sorte, conseguirá receber um bom valor na quantidade de vendas.

Portanto, ao invés de pensar no valor do livro, lembre-se que o autor sempre acaba sendo prejudicado, no final das contas. Então, aqui fica mais uma dica: se o livro acabou de ser lançado e está com um valor alto, seja um consumidor consciente e espere o valor abaixar, mas não cometa o crime de pirataria.

 

7. Não Jogue Livros Fora

Se você não achou interessante as dicas de número quarto e cinco, e ainda possui livros que não gostaria de ter em sua estante, não o jogue fora. Espere. Separe os livros e tente trocá-los por outros, seja com amigos ou em comunidades pela internet. Alguns site como o skoob.com.br contribuem com a troca de livros.

Portanto, não jogue livros fora, tente trocá-los, já que a ideia não é doá-los.

 

8. Incentive a Leitura

Ultima, porém, não menos importante, essa dica pode ser praticada durante todo o ano, ou uma vez por mês, como já foi citado aqui no Folhetim, no Clube de Leitura.

A ideia é muito simples. Pode ser feito com amigos, nas escolas, em bibliotecas, ou até mesmo na internet, através dos Clubes de Leitura. O objetivo é promove

r e incentivar a leitura entre os brasileiros. Muitas vezes, essas reuniões podem ser acompanhadas de escritores famosos, caso você conheça algum ou convide algum que aceite.

Nas reuniões, muito pode ser discutido. À princípio, as reuniões podem ser marcadas para a discussão de um livro que as pessoas estejam lendo, não é necessário que todos leiam, seria o ideal, mas discutir o tema do livro, muitas vezes, pode abrir novos horizontes e levantar questões sobre comportamento.

Assim, se você é um professor, por exemplo, e separou algum livro para que seus alunos leiam, marque um para que vocês possam discutir o tema sem aquela pressão de sala de aula. Tente interagir com os alunos fora da aula, sem que o papel de professor e aluno sejam determinados.

Muitas vezes, a pressão de ter que ler um livro imposto acaba desencorajando o leitor. Portanto, se você é um professor, tente utilizar essas reuniões para entrar no mundo que o aluno está. Se ele estiver lendo “Jogos Vorazes“, veja o porquê ele está lendo e tente indicar livros parecidos. Dessa forma, o interesse pela leitura poderá ser maior e, consequentemente, poderemos diminuir o índice de leitura dos brasileiros.

_________

Bom, pessoal, essa são as dicas que eu tinha pra hoje.

Se tudo der certo, semana que vem, neste mesmo horário, teremos novas dicas no Folhetim Online. E, se você perdeu as anteriores, não fique preocupado, aqui estão elas:

  1. Escreva Melhor: 7 dicas para escritores
  2. Escreva um Conto: 8 dicas para contistas
  3. Melhores Diálogos: entenda os 3 tipos de discursos
  4. Melhores Diálogos: 7 dicas para escritores
  5. Leia Melhor: 6 dicas para a boa leitura
  6. Personagem: 5 dicas para criar um personagem

Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/folhe034/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273