Escrever é criar imagens

Ao escrever, criamos imagens, sonhos, ideias, lugares. Colocando uma palavra após a outra, como se produzíssemos um filme, damos forma à fantasia. Vemos as cenas, analisamos as possibilidades, criamos expectativas. Nossa imaginação, como deve ser, voa livremente.

Escrever, portanto, é uma forma de se criar mundos, diversos mundos; o meu, o teu, o deles. É criar um mundo diferente para cada leitor, dando somente um guia para que ele crie suas próprias imagens. Porém, apesar de ser interessante deixar o leitor criar seu próprio cenário, às vezes, ter uma ajuda facilita, apesar de limitar as possibilidades. Porém, sou obrigado a dizer que ficaria muito feliz ao ver um de meus trabalhos em grandes telas, mesmo que isso venha a limitar a imaginação do leitor a uma só imagem – acontece, infelizmente.

No entanto, mesmo limitando, acho que ficaria impressionado com o trabalho. E quando digo trabalho, eu quero dizer MUITO TRABALHO: criação, roteiro, direção, produção e pós-produção. São tantos detalhes que muitas vezes nós passam desapercebido quando assistimos um filme, um curta ou qualquer outro trabalho áudio-visual.

E foi imaginando esse trabalho todo que acabei me deparando com o vídeo abaixo. Tyler Carter, um estudante da Brigham Young University  Center for Animation– BYU, dirigiu o curta-metragem DreamGiver, ganhador do Student Emmy, pelo College Television Awards, é um excelente exemplo de um filme dentro de um filme. A equipe criou a história, desenhou a história, criou a animação (3D e 2D) e incluiu a música, ou seja, fizeram todo o trabalho, e sou obrigado a dar uma salva de palmas para o projeto, pois ficou excelente.

Vejamos como ficou o trabalho:

1 – O Vídeo:

2- O Making off:

A história inteira é baseada em um entregador de sonhos (tradução livre) que aparece durante a noite e possibilita que as crianças sonhem com o que acabaram de ler. A ideia é tão interessante que, mesmo sendo uma história criada, o personagem – entregador – dá às crianças as suas próprias imagens sobre o que leram. (prestem atenção na reação de surpresa do próprio entregador, quando ele vê o primeiro sonho se tornando realidade). Excelente! Excelente!

Essa sequência de imagens é o desejo de todo o escritor ao escrever seus textos. Ou seja, que seus leitores vejam a história com a sua própria imaginação, como se montassem o próprio filme na grande tela. Perfeito! PER-FEI-TO!


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/folhe034/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273