Momentos

Momentos felizes, momentos impróprios, momentos saudáveis….
Momentos pra tudo que é gosto e desgosto.
É assim que a vida segue. Um dia da caça outro…

Como viver num mundo cão, onde até o próprio cão é teu melhor amigo. Seguir vivendo, tentando se adaptar a uma realidade desleal e cheia de inseguranças. Qual é a melhor maneira?

Voltas e volta e voltas sem fim, parados no mesmo lugar seguimos sem lenço e sem documentos, perdidos nessa selva de pedras onde predadores andam em duas patas, falam como gente e se vestem como doutor.

Onde mais poderemos chegar? Quem sabe morar em uma aldeia indígena, ou então, em uma caverna qualquer…. buraco 2, esquina com a alameda 88… esse será a nossa moradia.

Corre corre corre! As vagas estão acabando e você pode ser mais um felizardo a adquirir um buraco pra poder enfiar a cabeça, igual ao avestruz. Olha lá de novo o animal!

Ai ai ai…
Onde tudo isso vai parar….
Ladrão que mata polícia, polícia que mata ladrão.
Pega pega pega que o dinheiro não é meu, meu irmão!

Enquanto isso… mais um dia no buraco 2, esquina com a alameda 88.

Comments

  1. Muito real! “No words”…

    • Fábio C. Martins says:

      Célia, esse post é muito antigo, mas ainda hoje ele tem bastante peso nos meus dias.
      Infelizmente, acho que o mundo está totalmente de cabeça pra baixo…

      Beijos

Speak Your Mind

*